Arquivo da categoria: Cinema

O Homem Irracional

Em “O Homem Irracional” (Irrational Man – 2015) Woody Allen mais uma vez aborda seus habituais assuntos. Temos o homem solitário e arrogante de meia idade que encontra alguma mocinha ingênua para venerá-lo e lembrá-lo do quanto ele é “interessante”. Temos também a sociedade burguesa que utiliza seu academicismo e suposta erudição para justificar a sua existência ociosa e entediante. E também, porque não, uma série de situações improváveis para seus personagens terem oportunidade de revelarem o quanto são boçais e pedantes.

irrational 3

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , ,

Perdido em Marte – um sci-fi que não é sobre adolescentes tentando derrubar governos

Numa época onde a cultura hipster insiste em dominar o mainstream com a sua noção artificial de passado, Ridley Scott conseguiu fazer o filme genuinamente mais retrô dos últimos tempos. Embalado por sucessos da era disco, “Perdido em Marte” (The Martian – 2015) é um divertido blockbuster pop.

martian 2

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

A crítica pungente (mas com carinho) de “Que Horas Ela Volta”

Não resta dúvidas de que o queridinho do cinema nacional nesse ano é “Que Horas Ela Volta?” (2015).  E o cargo é mais do que merecido. O longa de Anna Muylaert é um afetuoso – e nem por isso menos poderoso – retrato do estranho Downton Abbey brasileiro que acontece entre patrões e suas empregadas.

ela volta 2

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , ,

O crepúsculo de Mr. Holmes

Parece que nesse ano a indústria do cinema está determinada a aterrorizar as pessoas inteligentes. Depois de “Still Alice“, agora chega “Mr. Holmes” (2015)  para garantir que os intelectuais não se sintam mais seguros no refúgio de suas mentes.

holmes 1

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , ,

Divertida Mente

A história de “Divertida Mente” (Inside Out – 2015) se passa dentro da cabeça de uma menininha, onde os protagonistas são suas emoções. Basicamente é isso. E partindo dessa ideia simples, a Pixar mais uma vez fez sua mágica e entregou uma animação criativa e divertida, que finalmente depois de muito tempo fez jus à fama do estúdio.

inside out 1

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CAÇADORES DA ARCA PERDIDA – dentro do poço das almas!

O meu post sobre “Caçadores da Arca Perdida” (Raiders of the Lost Ark – 1981) rendeu tanta conversa que fiquei com vontade de mergulhar no Poço das Almas e aprofundar alguns aspectos dessa obra que considero tão especial.

raiders 4

A trunfo do filme está relacionado com o fato dele ser voltado para toda a família. Enquanto as crianças absorvem a mensagem geral sobre ter coragem e ser heróico, os adultos podem aproveitar muitas outras nuances. Assisti ao filme no cinema com um amigo que nunca tinha o visto, e ele considerou o longa genuinamente divertido, porém maniqueísta demais.  Entendo a opinião dele – que se torna difícil de contestar quando os vilões são a plana e puramente perversa ameaça nazista – mas devo dizer que não concordo. Com isso em mente, escrevo esse post.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Steven Spielberg – um manifesto pela aventura

Em algum momento da minha vida enquanto garotinha reparei que todos os meus filmes favoritos eram assinados pela mesma pessoa. Desse dia em diante eu comecei a prestar atenção em quem de fato eram os diretores de cinema, e o primeiro que eu conheci foi Steven Spielberg.

Na minha vida os filmes de Spielberg sempre tiveram uma posição de destaque. Gosto deles não apenas porque muitos são de fato ótimos, mas porque para mim eles adquirem contornos um tanto quanto pessoais e representam fases, pessoas, coisas que eu vivi e senti. Mas independentemente do meu laço afetivo com sua filmografia, eu realmente admiro e aprecio a técnica e estilo do diretor.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , ,

Jurassic World: o melhor filme HORRÍVEL que você vai ver nesse ano

Se você, como eu, cresceu amando Jurassic Park e não tem vergonha de admitir que se divertiu com as continuações, você também provavelmente esperou 22 pra poder gritar que FINALMENTE O PARQUE ESTÁ ABERTO em “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros” (Jurassic World – 2015)!!! E, convenhamos, bonito o parque é…

jurassic 4

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Caçadores da Arca Perdida – a primeira aventura de Indiana Jones

Estava comentando com uma grande amiga sobre a nova temporada do Cinemark Clássicos e o tanto que eu estava animada por conta de “Caçadores da Arca Perdida” (Raiders of the Lost Ark – 1981) quando ela me disse: “eu nunca vi esse filme do homem fugindo da bola gigante”. E desse modo, além de despertar em mim a obrigação de lhe apresentar essa grande obra, ela também conseguiu descrever com bastante acuidade a primeira cena de um filme que ela nunca assistiu.

São engraçadas essas manifestações da cultura pop. Certas imagens estão tão arraigadas no imaginário popular que são replicadas através de gerações e se tornam de certo modo eternas. E é nesse panteão dos personagens inesquecíveis e instantaneamente reconhecíveis que encontramos Indiana Jones.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O Parque dos Dinossauros – A melhor pior ideia de todo os tempos

Se existe um ser humano que esteve envolvido de alguma forma em quase todos os filmes muito legais, esse homem é Steven Spielberg. Seja como produtor ou diretor, o inventor do blockbuster foi responsável por significativas mudanças no ato de fazer cinema, e um belo exemplo disso é o já clássico “Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros” (Jurassic Park – 1993).

jurassic park 2

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , ,