Arquivo da tag: Ação

O Parque dos Dinossauros – A melhor pior ideia de todo os tempos

Se existe um ser humano que esteve envolvido de alguma forma em quase todos os filmes muito legais, esse homem é Steven Spielberg. Seja como produtor ou diretor, o inventor do blockbuster foi responsável por significativas mudanças no ato de fazer cinema, e um belo exemplo disso é o já clássico “Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros” (Jurassic Park – 1993).

jurassic park 2

Continuar lendo

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Assistam ao ótimo novo episódio de Mad Max!!!

A difícil, cara e longuíssima produção de “Mad Max: Estrada da Fúria” (Mad Max: Fury Road – 2015) fez com que muitos questionassem o motivo de George Miller insistir em tirar o quarto episódio de sua saga pós-destruição nuclear do papel. Seria realmente necessário retomar uma franquia cujo último episódio foi lançado há 30 anos? Após conferir o resultado, a única resposta possível é um retumbante SIM. mad 3 Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Chappie – o robozinho gangsta

Neill Blomkamp impressionou a todos em sua estreia com”Distrito 9″ (2009), onde provou ter herdado o talento dos grandes mestres da ficção científica de usar o fantástico não só como terreno fértil de criação, mas também para alegorizar problemas do presente. Depois de ter derrapado com seu segundo longa, “Elysium” (2013), que apesar de partir de uma boa ideia não conseguiu funcionar muito bem, o diretor nos entrega seu terceiro filme, “Chappie” (2015).

chappie 1

Mais uma vez somos levados a um ambiente urbano distópico que parece ser marca registrada do diretor. Os alienígenas de distrito 9 agora dão lugar às máquinas, e a busca pela inteligência artificial (e as imprevisíveis consequências de sua obtenção) tira o foco do conflito social e revela que agora Blomkamp está interessado em falar sobre o homem e aquilo que o define como tal.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , ,

Vingadores: A Era de Ultron

Na estréia do primeiro filme dos Vingadores já se sabia que o projeto era ambicioso. O que ninguém estava esperando, no entanto, era o resultado apoteótico dessa combinação de heróis. Com grande satisfação, o público percebeu que os filmes da Marvel tinham pretensões muito maiores do que apenas divertir, eles estavam ali para criar nos cinemas um universo paralelo de maravilhas que antes era restrito às comic shops.

avengers

Com instituições e personagens estabelecidos, coube à fase seguinte mostrar que nem tudo era tão bom quanto parecia. Em quem confiar quando no espaço existe uma ameaça praticamente invencível e a instituição que deveria proteger o planeta foi desmantelada após ter sido provada como corrupta?

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Os cavaleiros modernos de Kingsman

Dando um chega pra lá nas franquias de agências “sérias” que tentam sem muito sucesso abordar o inverossímil de modo adulto e sisudo, chega às telas “Kingsman – Serviço Secreto” (Kingsman: The Secret Service -2014), para nos lembrar de que as histórias de espionagem encontram sua verdadeira vocação na canastrice.

KSS_JB_D27_02661.CR2

Desde que Jason Bourne acordou naquele barco sem se lembrar de quem ele era o mundo dos filmes de espião nunca mais foi o mesmo. Como indústria eficiente, Hollywood não perdeu tempo em reproduzir o modelo que se tornou sinônimo de sucesso comercial: agora apesar de suas habilidades sobre-humanas e de gadgets impossíveis, os agentes de espionagem deveriam ser “sérios” e supostamente “realistas”. A prova máxima desse fato é de que até o novo Bond, agora na pele de Daniel Craig, foi obrigado a seguir essa cartilha.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , ,