Arquivo da tag: Melhor Filme Da Vida

Try (Just A Little Bit Harder) – a perfeição que não cai do céu com Whiplash

“Whiplash: Em Busca da Perfeição” (Whiplash – 2014) não apenas disserta sobre perfeição técnica como também beira esse objetivo. O melhor filme da Award Season além de ser uma verdadeira aula sobre como se fazer cinema é a síntese de várias emoções que circundam veladamente a produção artística.

O filme – escrito e dirigido por Damien Chazelle – conta com várias ideias bastante radicais a respeito da Arte e tinha tudo para ser tremendamente polêmico… mas foi tão bem executado que os espectadores, arrebatados, podem até ter comprado o debate do filme e refletido sobre ele mais tarde, mas antes se deixaram elevar para um estado de êxtase que só o Cinema em sua mais perfeita forma e execução é capaz de proporcionar.

whiplash 1

O roteiro nos apresenta a Andrew Neiman, interpretado lindamente por Miles Teller, um estudante de música que diferentemente da maior parte de seus pares não se contenta com um resultado medíocre. Neiman sabe que sua existência física é mero receptáculo para uma Arte que tem poder para transcender as barreiras do tempo e da morte, e está inteiramente disposto a abrir mão de qualquer outro tipo de desejo secundário para atingir o topo.

Continuar lendo

Etiquetado , , , , , , , , ,

Acabei de salvar a sua tarde!

Hoje vi que meu filme favorito vai passar na TV…

Não temereis juventude de férias e aqueles não-mais-tão jovens que batem cartão na VASP, agora eu tenho a solução para os seus problemas! Para salvar vocês do marasmo dessa quinta feira tediosa, o TCM decidiu passar “…E o Vento Levou“!!!!!!!!!

“…E o Vento Levou” é um filme de 1939 adaptado do romance épico homônimo de Margaret Mitchell. A história se passa durante a Guerra de Secessão e mostra a derrocada dos aristocratas agrícolas do Sul. O filme poderia ser explicado superficialmente como sendo a jornada de uma família de latifundiários antes, durante e depois da Guerra, que teve de se adaptar radicalmente aos novos tempos servindo como alegoria para representar o fim de toda uma era de estruturas arcaicas que deu lugar ao Estado americano como conhecemos hoje. No entanto nessa tal casa sulista somos apresentados à uma personagem chamada Scarlett O’Hara, imortalizada por Vivien Leigh. E em um passe de mágica uma história que tinha tudo para ser excelente se tornou apenas A MELHOR DE TODOS OS TEMPOS.

E se você ainda não está convencido a passar a sua tarde na companhia do mais grandioso filme americano, deixe-me lhe dar apenas mais alguns motivos:

Tem sedução…

Tem a Scarlett maravilhosa que entende como a gente se sente…

Tem desprezo…

E sinceramente? Tem tudo mais o que tem direito afinal é um filme de quatro horas e cabe muita coisa ali. Além de que existem aqueles filmes que todo mundo tem a obrigação de ver e com certeza esse é o principal deles.

Começa às 15:00 no TCM! Vai perder?

Conclusão: “Tara! Home. I’ll go home.”

P.S: Pra você que tomou bomba na quarta série fica aqui uma breve explicação do que foi a tal Guerra pra te situar.

Etiquetado , , , , , , ,