Arquivo da tag: TCM

Quem diria que 1985 iria surgir do nada pra te salvar?

Hoje vi que o dia vai ser longo…

Coisas para fazer nessa segunda feira:

1- Acordar;

2- Basicamente é isso.

O TCM no entanto teve pena das pequenas almas de férias entediadas e colocou um filme bem “sessão da tarde” pra você curtir despretensiosamente e lembrar de como a galera dos anos 80 se vestia de um jeito ridiculamente delicioso. “Clube dos Cinco” (The Breakfast Club – 1985), um dos clássicos filmes jovens de John Hughes começa às 15:00.

 

O canal também não esqueceu da galera que trabalha. Começando às 22:00, o destaque da programação da noite fica por conta do maravilhoso “A Cor Púrpura” (The Color Purple – 1985) , de Steven Spielberg, com a lendária atuação da  então estreante Whoopi Goldberg que foi imediatamente elevada à condição de estrela (na verdade o filme é cheio de atuações brilhantes e inesquecíveis). “A Cor Púrpura” é um dos meus favoritos e é uma verdadeira aula de como emocionar com a mágica do cinema. Prevejo muitas lágrimas essa noite.

Conclusão: Se eu fosse você não perderia.

Etiquetado , , , , , , , , , , , , , ,

Acabei de salvar a sua tarde!

Hoje vi que meu filme favorito vai passar na TV…

Não temereis juventude de férias e aqueles não-mais-tão jovens que batem cartão na VASP, agora eu tenho a solução para os seus problemas! Para salvar vocês do marasmo dessa quinta feira tediosa, o TCM decidiu passar “…E o Vento Levou“!!!!!!!!!

“…E o Vento Levou” é um filme de 1939 adaptado do romance épico homônimo de Margaret Mitchell. A história se passa durante a Guerra de Secessão e mostra a derrocada dos aristocratas agrícolas do Sul. O filme poderia ser explicado superficialmente como sendo a jornada de uma família de latifundiários antes, durante e depois da Guerra, que teve de se adaptar radicalmente aos novos tempos servindo como alegoria para representar o fim de toda uma era de estruturas arcaicas que deu lugar ao Estado americano como conhecemos hoje. No entanto nessa tal casa sulista somos apresentados à uma personagem chamada Scarlett O’Hara, imortalizada por Vivien Leigh. E em um passe de mágica uma história que tinha tudo para ser excelente se tornou apenas A MELHOR DE TODOS OS TEMPOS.

E se você ainda não está convencido a passar a sua tarde na companhia do mais grandioso filme americano, deixe-me lhe dar apenas mais alguns motivos:

Tem sedução…

Tem a Scarlett maravilhosa que entende como a gente se sente…

Tem desprezo…

E sinceramente? Tem tudo mais o que tem direito afinal é um filme de quatro horas e cabe muita coisa ali. Além de que existem aqueles filmes que todo mundo tem a obrigação de ver e com certeza esse é o principal deles.

Começa às 15:00 no TCM! Vai perder?

Conclusão: “Tara! Home. I’ll go home.”

P.S: Pra você que tomou bomba na quarta série fica aqui uma breve explicação do que foi a tal Guerra pra te situar.

Etiquetado , , , , , , ,